19 novembro 2013

Gestoras se reúnem para discutir políticas para as mulheres

Representantes das nove regiões funcionais do Estado estão reunidas em Porto Alegre para discutir as políticas públicas para as mulheres. As atividades que iniciaram nesta terça-feira (19) e seguem até a quarta-feira (20) fazem parte do III Encontro Estadual de Gestoras de Políticas para as Mulheres, promovido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do RS. 

Na abertura do evento, a titular da SPM, Ariane Leitão, falou sobre a importância dessa discussão sob a perspectiva da construção da cidadania. "Empoderando as mulheres e meninas gaúchas, através do acesso aos espaços de formação do conhecimento e da cadeia produtiva para geração de renda, estamos tornando-as cidadãs do mundo, livres da violência e do preconceito", afirmou. 

Para a secretária, a amplitude da política pública para as mulheres, que tem como característica a transversalidade, precisa ser implementada a partir da pluralidade de ações, tendo como resultado o acesso à cidadania. "Por isso buscamos a garantia de mais direitos. Identificando o empreendedorismo das mulheres, garantimos também o acesso digno ao mundo do trabalho e aos espaços de educação. Mostrando que a política pública para mulher é exitosa sim", afirma. 

A deputada estadual Ana Affonso também destacou as políticas nacionais e estaduais que garantem esses direitos. "Na Assembleia Legislativa, estamos comprometidas com essas políticas para fazer com que cada vez mais cheguem aos municípios. É um desafio que assumimos enquanto cidadãs e cidadãos", disse. 

Representando a Secretaria adjunta da Mulher de Porto Alegre, Eloá Muniz da Silva apontou a necessidade dessa troca de experiências entre as gestoras e os gestores, fato que contribui para o avanço das ações a serem desenvolvidas em parceria entre o Estado e o município. 

As ações da SPM voltadas a mulheres rurais foram apontadas pela assessora de gênero da Fetag, Paula Fortunato. "Ao disponibilizar as unidades móveis de atendimento às mulheres do campo, uma demanda do movimento de mulheres rurais, por exemplo, percebemos que, além do papel de gestoras, temos como característica sermos mobilizadoras sociais", lembrou. 

Durante o encontro, são abordados temas como políticas públicas, empoderamento, autonomia, educação, trabalho e a rede de enfrentamento à violência contra a mulher. 

Na quarta-feira (20), a secretária Ariane Leitão fará a apresentação da Rede Lilás para as gestoras que participam do evento. Às 16 horas, ocorrerá a instalação da Câmara Técnica do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher. Neste ato, também estarão presentes representantes do Ministério Público, Judiciário e das Secretarias de Estado. 

Programação 

20 de novembro de 2013 - Manhã 

Painel: Políticas públicas, empoderamento e autonomia (continuação) 
Coordenação: Isadora Trajano 

8h30 às 9h10 - "Dados do empoderamento das mulheres no RS" - Lúcia Garcia -DIEESE 

9h10 às 9h30h - Intervenções 
Painel: Educação e Trabalho 
Coordenação: Ana Duarte 

9h30h às 10h50 - "Políticas públicas na perspectiva do empoderamento e autonomia das mulheres" - Jussara Prá (UFRGS) e Maria Inês Zulke - Pacto Gaúcho pela Educação 

10h50 às 11h30 - Intervenções 

11h30 às 12h - Check out 

12h às 13h30 - Almoço no Hotel 

20 de novembro de 2013 - Tarde 

Painel: As Políticas de Estado e a Rede de prevenção e enfrentamento 
Coordenação: Fátima Maria 

14h às 14h30 - "Apresentação da Rede Lilás" - Secretária Ariane Leitão 

14h30 às 15h30 - "As Políticas de Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres" - Neuza Tito SPM/PR 

15h30 às 16h - Intervenções 

16h - Instalação da Câmara Técnica do Pacto com da secretária Ariane Leitão e representantes do Ministério Público, Judiciário, Secretarias de Estado e demais autoridades. 
16h30 - Encerramento 

Texto e foto: Luana Mesa 
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305
Fonte: SPM

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India