29 abril 2014

Pesquisa do Ipea sobre violência contra as mulheres é tratada no CDES-RS

A recente pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre violência contra as mulheres foi tema de reunião, na tarde desta segunda-feira (28/04), no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES-RS). O encontro foi proposto pelo economista Pedro Bandeira, integrante do Conselhão, que apresentou sua análise sobre elementos da pesquisa que não ganharam dimensão pública.
“O relatório tem uma série de dados importantes, mas que não foram bem explorados”, destacou o conselheiro. Elementos relevantes da pesquisa não geraram repercussão por necessitarem de maior aprofundamento técnico, segundo Bandeira. Ele explicou que técnicas estatísticas podem contribuir para identificar quais são os segmentos sociais que apresentam maior tendência ao sexismo, racismo e preconceitos em geral.
A secretária-adjunta de Políticas para as Mulheres (SPM), Ana Félix, afirmou que os estudos serão tratados em reunião da Rede Lilás – programa do Governo do Estado que envolve diversos órgãos e secretarias governamentais para a criação e acompanhamento de políticas de enfrentamento à violência contra a mulher.
“A discussão pública sobre a pesquisa ficou muito restrita à questão relacionada à forma como as mulheres se vestem, mas a pesquisa é muito mais profunda do que isso”, comentou Ana Félix. “Para nós, os dados são importantes, pois nos proporcionam uma melhor noção sobre o perfil da sociedade em relação ao tema”, complementou.
Intitulada “Tolerância social à violência contra as mulheres”, a pesquisa do Ipea – órgão vinculado ao Governo Federal – foi divulgada em março, gerando grande repercussão ao afirmar que 65% dos brasileiros apoiavam ataques a mulheres com roupas curtas. Em 4 de abril, esse índice foi corrigido pelo próprio Instituto para 26%.
“Temos que ter a frieza de analisar os estudos de forma técnica, para então utilizá-los de base para as ações políticas”, disse o secretário do Conselhão, Marcelo Danéris. “Em briga de marido e mulher a gente deve meter a colher”, defendeu. A atividade contou com a participação de membros da Secretaria Executiva do Conselhão e da SPM, e da deputada estadual Stela Farias.

Fonte: SPM

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India