26 novembro 2014

Roda da Capoeira recebe título de Patrimônio Imaterial da Humanidade


A roda de Capoeira, uma das manifestações culturais mais conhecidas no Brasil e no mundo, recebeu, nesta quarta-feira (26), o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), foi responsável pela oficialização do título.
            Após a votação durante a 9ª sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial, a Capoeira recebeu a designação. Além de diplomatas da delegação brasileira e de diretores do Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), capoeiristas acompanharam a sessão, entre eles: os mestres Cobra Mansa, Pirta, Peter, Paulão Kikongo, Sabiá e a Mestra Janja. O som do atabaque e do berimbau foram essenciais na escolha dos representantes que tomaram a decisão ontem na sede da Unesco, em Paris.  
Com o título, a prática cultural afro-brasileira que é, ao mesmo tempo, luta, dança, esporte e arte, reúne-se ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano (BA), à Arte Kusiwa- Pintura Corporal (AP), ao Frevo (PE) e ao Círio de Nazaré (PA), também reconhecidos pela organização.
O Patrimônio Cultural Imaterial abrange expressões de vida e tradições de toda parte do mundo que passam de geração após geração. Segundo a Unesco, embora procure manter uma identidade e continuidade, esse patrimônio é vulnerável porque muda constantemente. Por isso, a comunidade internacional adotou a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial em 2003.

Roda de Capoeira 
A Capoeira se originou no século XVII, em pleno período escravista, como forma de sociabilidade e solidariedade entre os africanos escravizados. Isso foi uma estratégia para lidarem com o controle e a violência. Hoje, é um dos maiores símbolos da identidade brasileira e está presente em todo território nacional, além de ter praticantes em mais de 160 países.
A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira tiveram o reconhecimento do Iphan como Patrimônio Cultural Brasileiro em 2008 e estão inscritos, respectivamente, no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes.
  Texto: Júlia Bernardi, com informações do Ministério da Cultura
  Fotos: Divulgação/Edgar de Souza/G1

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India